Marinha volta a recolher fragmentos de óleo no litoral do RN e mais três estados

tabatingaA Marinha do Brasil confirmou que recolheu, na última terça-feira (30), três quilos de pequenos fragmentos de óleo na praia de Tabatinga, no litoral Sul do Rio Grande do Norte. O material também foi encontrado outros estados do Nordeste e no Espírito Santo nos últimos dias.

De acordo com nota enviada à imprensa nesta quarta-feira (1º), houve a coleta de 200 gramas na praia Lagoa do Pau, 150 gramas na Praia da Bica, e 10 gramas na Praia de Peroba, em Alagoas; 200 gramas na praia Jardim de Alah, na Bahia; e 54 gramas na Praia do Guriri, no Espírito Santo. Ainda de acordo com a Marinha, hão houve registro de resíduos de óleo estados do Ceará, Paraíba e Pernambuco.

“As amostras dos fragmentos de óleo retiradas das praias estão sendo encaminhadas para análise do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM). Até o momento, as amostras analisadas indicam ser o mesmo tipo de óleo que chegou à costa brasileira, em 2019”, aponta o comunicado.

RN deu início à retomada gradual das atividades econômicas

whatsapp-image-2020-06-30-at-09.24.52O Rio Grande do norte deu início nesta quarta-feira (1º) à retomada gradual das atividades econômicas. Salões de beleza, barbearias, armarinhos e lojas de roupa com até 300 metros quadrados estão entre os estabelecimentos que podem reabrir nesta primeira fase.

Para reabrir, o comércio deve respeitar o protocolo de segurança sanitária que prevê, dentre outras coisas, o uso de máscara e a disponibilização de álcool em gel para os clientes e funcionários.

As atividades econômicas do Estado estão suspensas desde o final de março quando o governo publicou o primeiro decreto de restrição ao comércio por causa da pandemia do coronavírus. Nesta terça (30), o RN registrava 30.287 casos confirmados da Covid-19 e 1.034 mortes pela doença.

Receita recebe 334.817 declarações do Imposto de Renda 2020 no RN

IRA Receita Federal recebeu 334.817 declarações de Imposto de Renda 2020 no Rio Grande do Norte – o prazo terminou às 23h59 desta terça-feira (30). A quantidade de entregas ficou um pouco abaixo do esperado pelo órgão, que previa o recebimento de 336 mil declarações.

Inicialmente, o prazo final para entrega da declaração de Imposto de Renda era 30 de abril, mas por conta da pandemia provocada pelo coronavírus ele foi adiado para 30 de junho. Quem estava obrigado a entregar o documento e perdeu o prazo, vai ter que pagar multa de, no mínimo, R$ 165,74 e, no máximo, de 20% do imposto devido.

Governo do RN publica portaria que dá início a reabertura do comércio

comércioO Governo do Rio Grande do Norte publicou na tarde desta segunda-feira, 29, em edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE), decreto que dá início a reabertura de comércios não-essenciais a partir desta quarta-feira, 1º. O Governo destaca que condicionará a manutenção da liberação com uma série de exigências e medidas de proteção para que uma nova onda de contaminação se espalhe no estado.

A reabertura deverá acontecer segundo o protocolo de segurança estabelecido pelo Governo do RN com base em estudo feito pelo setor produtivo, dividido em quatro fases. Em portaria publicada semana passada, o Executivo estabeleceu que a primeira fase será dividida em “frações”.

Primeiro reabrirão os pequenos comércios – mais necessitados – e aqueles que têm baixo poder de aglomeração. Após cinco dias, outros tipos de estabelecimento poderão abrir. E com 15 dias encerra-se a primeira onda de reabertura. O Rio Grande do Norte começou a registrar alguns índices que indicam menor pressão sobre o sistema de saúde.

Pesquisa aponta que 7,3% da população potiguar teve sintoma gripal em maio

O Rio Grande do Norte tem a segunda menor proporção de pessoas com algum sintoma gripal do Nordeste, 7,3%, o que equivale a 258 mil habitantes. Essa é a quarta menor proporção do Brasil, na frente apenas de Mato Grosso do Sul (5,9%), Piauí (5,6%) e Mato Grosso (5,4%). Do total de pessoas com sintomas no RN, 21,3%, 55 mil foram a algum estabelecimento de saúde.

Esse é um dos dados da “Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) covid-19”, divulgada hoje pelo IBGE com dados estaduais. O levantamento traçou um cenário do mercado de trabalho e saúde em todo o Brasil no mês de maio.

Pandemia dificulta o acesso de 420 mil ao mercado de trabalho no RN

carteira-de-trabalhoNo Rio Grande do Norte, 29% das pessoas não ocupadas não procuraram trabalho por conta da pandemia ou por falta de trabalho na localidade onde moram. Esse percentual representa 420 mil norte-riograndenses. Entre os estados do Nordeste, essa é a segunda menor proporção. Só a Paraíba (27%) tem um percentual menor.

No contexto de pandemia e isolamento social, o dado das pessoas impedidas de procurar trabalho por medo de contaminação ou por não encontrarem vagas na localidade onde moram é até mais importante que a taxa de desocupação. Isso porque essa taxa considera apenas aqueles que procuram efetivamente trabalho.

‘Quem dá o tom é a ciência’, diz governadora Fátima Bezerra sobre retomada das atividades

whatsapp-image-2020-06-24-at-14.41.37A governadora Fátima Bezerra (PT) afirmou que a retomada do setor econômico pode ser remarcada novamente, caso a pandemia da Covid-19 continue avançando no Rio Grande do Norte. “Vai depender da pandemia, nós dialogamos com todos os setores da sociedade, mas quem me dá o tom é a ciência”, declarou.

Fátima Bezerra participou nesta quarta-feira (24) pela primeira vez durante a pandemia de uma coletiva da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap). As entrevistas têm ocorrido diariamente para tratar dos números do novo coronavírus no estado potiguar e das ações que vêm sendo desempenhadas para conter a doença.

Juiz dá 48 horas para Governo do RN se pronunciar sobre compra de respiradores

A 5ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal determinou a notificação do Estado do Rio Grande do Norte, através do procurador-geral e da governadora do Estado, para que se manifeste, no prazo de 48 horas, acerca do pedido liminar formulado pelos deputados estaduais Kelps Lima, Cristiane Dantas e Allyson Bezerra em Ação Popular que trata de repasses financeiros ao Consórcio Nordeste. A decisão é desta sexta-feira (19).

Na ação, os parlamentares requerem que o Estado do Rio Grande do Norte se abstenha de realizar qualquer repasse financeiro ao Consórcio Nordeste até que este regularize a publicidade de seus atos, na forma legal e faça o ressarcimento do montante de R$ 4.947.535,80 desembolsado pelo Estado do Rio Grande do Norte como cota-parte na compra de 30 respiradores pulmonares mecânicos mencionada nos Contratos de Rateio 01/2020.

Caso esse primeiro pedido não seja aceito, requerem que o Estado só possa realizar repasse financeiro ao Consórcio Nordeste mediante prévia e expressa aprovação de requisição, devidamente instruída com informações detalhadas (finalidade, tipo de contratação e informações pertinentes), por parte da Comissão de Fiscalização e Finanças da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte.

Governo do RN publica cronograma de retomada gradual da economia

GOVERNO DO RNO Governo do Rio Grande do Norte publicou na edição desta sexta-feira, 19, do Diário Oficial do Estado (DOE) portaria com o cronograma da primeira fase da retomada gradual das atividades econômicas no estado. De acordo com o documento, esta fase está dividida em três frações. Elas estão por data e determinam quais estabelecimentos podem ser reabertos.

Na primeira fase, que “será iniciada a partir de ato formal da Governadora do Estado”, estão autorizados a funcionar, dentre outros, serviços de RH e terceirização; atividades dos serviços sociais autônomos (Sistema S) e afins, excluídas as escolas a eles vinculadas; agências de turismo; salões de beleza, barbearias e afins; e armarinhos.

Na fração 2, prevista para iniciar no quinto dia do cronograma, retornarão à atividade estabelecimentos como lojas de móveis, eletrodomésticos, colchões e utensílios domésticos; lojas de departamento e magazines, desde que não funcionem em shoppings centers e centros comerciais; joalherias, relojoarias e comércio de joias; lojas de eletrônicos e de informática, de instrumentos musicais e acessórios, de equipamentos de áudio e vídeo e de equipamentos de telefonia e comunicação, dente outros.

Na fração 3, prevista para iniciar no décimo dia do cronograma, retornarão à atividade as lojas de brinquedos; lojas de artigos esportivos; lojas de artigos de caça, pesca e camping; e os serviços de alimentação.

Morre o empresário Nevaldo Rocha, dono das lojas Riachuelo

nevaldo3O empresário Nevaldo Rocha morreu na noite desta quarta-feira (17), em casa, em Natal. Ele tinha 91 anos. Ainda não há informações sobre a causa da morte.

Nevaldo Rocha foi o fundador do grupo Guararapes, dono das lojas Riachuelo. Nascido em Caraúbas, no interior do Rio Grande do Norte, trilhou uma trajetória de sucesso que começou na década de 40 quando abriu sua primeira loja em Natal, chamada A Capital.

Na década de 70 a empresa já se chamava Guararapes e contava com duas fábricas. Foi quando o empresário decidiu comprar as lojas Riachuelo. Nevaldo Rocha era viúvo e deixa três filhos: Flávio Rocha, Lisiane Rocha e Élvio Rocha.