TSE conclui a apuração de 100% das urnas: Lula 48,43% x 43,20% Bolsonaro

A apuração dos votos do primeiro turno das eleições de 2022 terminou na manhã desta terça-feira (4), com 100 % das urnas totalizadas. A conclusão ocorreu mais de 41 horas após o horário previsto para o término da votação.

Houve seções em que eleitores seguiram na fila para votar até a noite de domingo, ainda que a previsão de fechamento das urnas fosse até 17h. Por causa de filas, às 21h algumas pessoas ainda votavam em Duque de Caxias, Búzios, Belford Roxo e na capital do Rio de Janeiro (eles, que entraram no horário correto, esperaram com os portões fechados).

Amazonas foi o último estado a concluir a apuração dos votos. O atraso ocorreu devido à uma única urna que teve de ser substituída por cédulas de papel. O caso aconteceu em uma comunidade ribeirinha em Coari, no interior do estado.

Itália pede extradição de Robinho, condenado em última instância por estupro

O governo italiano pediu a extradição do atacante Robinho e de seu amigo Ricardo Falco, condenados em última instância a nove anos de prisão pelo crime de estupro contra uma jovem de 22 anos, ocorrido em 2013, em uma boate de Milão. A informação foi divulgada nesta terça-feira pela agência de notícias Ansa.

O Ministério Público de Milão, responsável por acionar o Ministério da Justiça da Itália, já teria sido informado sobre o envio da solicitação da extradição de Robinho às autoridades brasileiras. Em janeiro deste ano, o atacante teve seu recurso rejeitado pela Corte de Cassação de Roma, deixando tanto ele quanto Falco sem a possibilidade de recursos.

A Constituição do Brasil proíbe a extradição de brasileiros, mas a Justiça italiana pode pedir o cumprimento da pena em uma prisão brasileira. Porém, esta possibilidade é dificultada pelo Código Penal do País, uma vez que a sentença estrangeira só é aplicada no Brasil em duas situações: a primeira é pela reparação de danos e a segunda, pela homologação para efeitos de tratados.

IBGE prorrogará a coleta em campo do Censo Demográfico até início de dezembro

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que prorrogará a coleta em campo do Censo Demográfico até o início de dezembro. O trabalho de levantamento de informações em campo, que teve início em 1º de agosto, estava previsto para se estender apenas até o fim de outubro.

O instituto comunicou que está enfrentando dificuldades para contratar trabalhadores em determinados locais. Em todo o País, o IBGE conta com 95.448 recenseadores em ação no momento, apenas 52,2% do total de vagas disponíveis. O Estado com maior déficit de recenseadores é o Mato Grosso, com 36,8% do número de vagas ocupadas.

“Praticamente metade do Censo feito nestes dois meses. Ou seja, a operação está atrasada. A gente estava esperando que fosse encerrar a operação agora na primeira semana de outubro”, contou Cimar Azeredo, diretor de Pesquisas do IBGE.

Inscrições para concurso do INSS são prorrogadas para esta terça-feira

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) prorrogou o prazo das inscrições para o Concurso Público INSS 01/2022 para  esta terça-feira (4). O motivo da decisão foi a instabilidade apresentada pelo site da Cebraspe, onde estão sendo realizadas as inscrições, com o número de acessos.  Ao todo, estão sendo ofertadas mil vagas para o cargo de técnico do seguro social, com salários de até R$ 5.905,79.

Das mil vagas oferecidas, 708 são para ampla concorrência, 90 para pessoas com deficiência e 202 destinadas a pessoas negras. O valor da taxa de inscrição é R$ 8. O concurso será realizado em duas etapas: provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, e curso de formação, de caráter eliminatório e classificatório. A aplicação das provas objetivas está prevista para o dia 27 de novembro.

Cinco indígenas são eleitos para a Câmara dos Deputados

Cinco indígenas foram eleitos e agora ocupam uma cadeira na Câmara dos Deputados. Do grupo, quatro são mulheres e quatro foram eleitos na região Sudeste. Ao todo, ocupam as cadeiras  Célia Xakriabá (PSOL), Juliana Cardoso (PT), Paulo Guedes (PT), Silvia Waiãpi (PL) e Sônia Guajalara (PSOL). Já Joenia Wapichana (Rede-RR), a primeira mulher indígena eleita para a Câmara, não conseguiu a reeleição.

Sônia Guajajara, que foi eleita pelo Psol de São Paulo e recebeu 156.966 votos. Guajajara é formada em Letras e Enfermagem e é coordenadora-executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) e integrante do Conselho da Iniciativa Inter-religiosa pelas Florestas Tropicais do Brasil. Foi candidata a vice-presidente da República na chapa de Guilherme Boulos em 2018.

Já a professora ativista indígena Célia Xakriabá foi eleita pelo Psol de Minas Gerais com 101.154 dos votos. Sua pauta é a defesa dos territórios indígenas e de ações que atenuem as mudanças climáticas. Foi da primeira turma de Educação Indígena da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em 2013.

Candidatos no 2° turno já podem retomar campanha na rua

As candidatas e os candidatos que passaram para o segundo turno das eleições gerais, em 30 de outubro, poderão retomar diversos atos de campanha em espaços públicos a partir das 17h de ontem (3), quando se completam 24 horas do fechamento das urnas no primeiro turno.

Está autorizado já nesta segunda-feira (3), por exemplo, o uso de alto-falantes e amplificadores de som, bem como realizar comícios, fazer caminhadas, carreatas ou passeatas, publicar anúncios em jornais (impresso ou internet) e distribuir material gráfico.

A regra consta na resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que trata da propaganda eleitoral e vale para todos os 24 candidatos a governador,de 12 estados (lista abaixo) que disputarão segundo turno. Os dois candidatos que seguem na corrida presidencial – o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente Jair Bolsonaro, que tenta a reeleição – também já podem retomar os atos de campanha.

Na Câmara, 55% dos deputados se reelegem, e renovação fica menor que em 2018

Nas eleições de domingo (2), 55% dos deputados federais se reelegeram. Com isso, a renovação será menor que em 2018. Naquela eleição, menos deputados (47%) conseguiram se reeleger. Dos deputados que vão tomar posse no ano que vem, 283 já estão na Câmara. Nas eleições passadas, esse número foi de 241.

Dentre os reeleitos, está o atual presidente da Câmara , Arthur Lira (PP-AL). De acordo com o TSE, 448 deputados, ou 87% do total, tentaram a reeleição. Desses, 63,2% conseguiram mais quatro anos de mandato. Em 2018, 413 tentaram se reeleger. E 58,6% deles conseguiram.

O PL, do presidente Jair Bolsonaro, cresceu e seguirá como o partido com mais deputados. Passa dos atuais 77 para 99. O PT, partido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, também cresceu, de 56 para 68 deputados. Lula ganhou o primeiro turno da corrida presidencial com 48% dos votos válidos. Bolsonaro teve 43%. Ambos vão decidir no segundo turno. O terceiro maior partido na Câmara vai ser o União Brasil, com 59 deputados.

Maceió é a única capital do Nordeste com maioria dos votos em Bolsonaro no 1º turno

A disputa em segundo turno para presidente mostra um Brasil dividido, com um desempenho equilibrado entre Lula (PT), com 48,43% dos votos válidos, e Bolsonaro (PL), com 43,20%. Se observados os resultados por regiões, algumas diferenças chamam atenção: no Nordeste, onde Lula teve melhor desempenho, Maceió foi a única capital que deu maioria dos votos a Jair Bolsonaro.

Na capital alagoana, Bolsonaro teve 49,59% dos votos válidos, frente a 40,43% do Lula. A situação se inverte em todas as outras oito capitais da região. Para a cientista política Luciana Santana, o desempenho do candidato à reeleição, Jair Bolsonaro, era esperado em Maceió, considerando a grande concentração de renda na cidade e a desigualdade social.

Motociclista morre em acidente e policial chamado para ocorrência descobre que vítima é o próprio irmão

Um homem morreu após perder o controle da motocicleta que pilotava e bater em uma árvore no canteiro central de uma rua em Mossoró, na Região Oeste do Rio Grande do Norte. A Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE) foi acionada e um dos policiais chamados para ocorrência descobriu que a vítima era o próprio irmão.

A vítima foi identificada como Antônio Carlito de Oliveira, de 30 anos, irmão do sargento Solano, policial que foi acionado para a ocorrência. Vídeos de câmeras de segurança registraram o acidente no local (veja imagens acima). O acidente aconteceu neste domingo, na Rua Marinha Mendes, no bairro Alto de São Manoel.

RN registra 18% de abstenção no 1º turno

O Rio Grande do Norte registrou um percentual de 18,18% de abstenções na eleição para o cargo de governador na eleição deste ano. No total, segundo dados do Tribunal Regional Eleitoral do RN (TRE-RN), 463.569 eleitores que estavam aptos a participar do pleito optaram por não comparecer e escolher um candidato para o governo.

O número é superior ao registrado também no primeiro turno da eleição geral de 2018. Naquele ano, 17,12% do eleitorado apto a votar nas eleições majoritárias estaduais, um total de 406.098 pessoas, se absteve. Neste ano, o percentual foi menor que o registrado no país, que computou uma taxa superior a 20,9% de abstenções (mais de 32,7 milhões de eleitores).