Papa expulsa cardeal norte-americano acusado de abusos sexuais

O Vaticano anunciou ontem (16) que a Congregação para a Doutrina da Fé expulsou do sacerdócio o ex-cardeal e arcebispo emérito de Washington (EUA), Theodore McCarrick, de 88 anos. Ele foi acusado de abusos sexuais a menores e seminaristas, informou a assessoria de imprensa da Santa Sé, através de um comunicado.

Esta é a primeira vez na história da Igreja Católica que um cardeal perde seu título em razão de abusos sexuais. A decisão acontece depois da investigação sobre o caso ordenada pelo papa Francisco e poucos dias antes de o Vaticano realizar – na próxima semana – uma reunião histórica contra os abusos a menores por parte de religiosos.

Rússia alerta EUA contra intervenção militar na Venezuela

venezuela IIA Rússia alertou os Estados Unidos nesta quinta-feira a não intervirem militarmente na Venezuela, dizendo que uma medida desse tipo desencadearia um cenário catastrófico, segundo a agência de notícias Interfax.

O líder da oposição venezuelana, Juan Guaidó, declarou-se presidente interino do país na quarta-feira, recebendo o apoio de Washington e de muitos países latino-americanos e levando o presidente socialista Nicolás Maduro, que lidera a Venezuela desde 2013, a romper relações diplomáticas com os Estados Unidos.

Segundo a Interfax, o vice-ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Ryabkov, disse que Moscou estará ao lado da Venezuela para proteger sua soberania e o princípio da não interferência em seus assuntos internos.

Ryabkov também disse, de acordo com a agência, que Moscou espera que os Estados Unidos e outros países aumentem a pressão sobre Caracas.

Ministro da Defesa da Venezuela diz que Maduro é “presidente legítimo”

venezuelaO ministro da Defesa da Venezuela, Vladimir Padrino, disse nesta quinta-feira que Nicolás Maduro é o “presidente legítimo” do país e que a oposição estava realizando um golpe depois que Juan Guaidó, presidente da Assembleia Nacional do país, se declarou presidente.

Padrino disse que os Estados Unidos e outros governos estão promovendo uma guerra econômica contra a Venezuela, país-membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) com as maiores reservas de petróleo do mundo.