Açude Boqueirão, em Parelhas, já recebeu um volume de 40 cm de água em 2019

AÇUDE BOQUEIRÃO EM PARELHASA população de Parelhas tem muito o que comemorar. O açude Boqueirão tem recebido um bom volume de água nos últimos dias. De acordo com informações da rádio rural do município, os dados são os seguintes: 14 cm no dia 05/02, 14 cm no dia 06/02, 1 cm no dia 07/02 e dia 16/02 foram 11 cm. O reservatório fica situado a 2,5 km da cidade de Parelhas. Construído em 1988, o açude tem na sua bacia hidráulica uma área de: 1.326,68 há, com capacidade máxima de 85.012.750,00 m³  e um Volume Morto: 2.110.625,00 m³.

Seridó vai receber etapa do Campeonato Brasileiro de Rally

rallyPilotos e navegadores de rally do Rio Grande do Norte terão um desafio entre os dias 2 e 7 de abril: o 21º Rally RN 1500, que vai cruzar o estado como etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Off-Roas. O evento terá competição nas categorias de carros, motos, quadriciclos e mini buggys (UTVs) e vai passar pelas cidades de São Miguel do Gostoso, Assú e Currais Novos.

A novidade para esta edição é que a categoria de Carros também vai valer pelo Campeonato Brasileiro de Cross Country 2019. A informação foi confirmada pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), uma das organizadoras do evento.

São José do Seridó: MPRN recomenda retirada de criadouros de animais da zona urbana

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) recomendou que a Prefeitura de São José do Seridó providencie a retirada de todos os criadouros e animais, no prazo de seis meses, transferindo-os para outro local situado na zona rual do município. A medida foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (7).

O documento é resultado de um inquérito civil instaurado pela Promotoria de Justiça da comarca de Cruzeta, com a finalidade de averiguar a criação de animais existente no município de São José do Seridó, conforme denúncia feita por meio da Ouvidoria. De acordo com relatório emitido pelo Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Meio Ambiente (CaopMA), órgão do MPRN, foi constatada a existência de uma criação de animais, em área urbana, dentre eles porcos, ovelhas, cavalos, vacas, bodes, galinhas e cachorros.

No levantamento realizado, foi averiguado que a limpeza é precária e que os animais não são examinados por médico veterinário, além de não haver cadastro dos criadores. Outro agravante é que a diferença topográfica do local em relação às moradias em seu entorno faz com que as águas servidas dos criatórios em conjunto com a urina e outros líquidos que porventura existam, escorreguem no terreno, carreando consigo fezes e outras sujeiras do local até as residências próximas.

De acordo com a legislação estadual, “somente na zona rural são permitidas as criações de porcos e a instalação de chiqueiros ou pocilgas, que devem estar localizados a distância suficiente das divisas dos terrenos vizinhos e das frentes de estadas”.

Mineração movimenta R$ 164 milhões em 2018 e aumenta mais de 460% em uma década no RN

mineraçãoO setor da mineração movimentou R$ 164,7 milhões em operações no Rio Grande do Norte, ao longo de 2018. O valor ainda é baixo na comparação com outros estados brasileiros, porém é mais de cinco vezes maior que o registrado 10 anos atrás, em 2009, quando as operações potiguares somavam R$ 29,3 milhões. Foram 461% de aumento.

Ao longo do ano, o estado recolheu R$ 2,75 milhões, cerca de 2% do total, em Compensação Financeira pela Exploração Mineral (CFEM) – uma espécie de royalty pela atividade. Os dados foram colhidos pelo G1 no site da Agência Nacional de Mineração, na manhã desta segunda-feira (4). Em 2009, esse montante era de R$ 596,2 mil.

Por mais que muitas vezes não seja lembrado como um produto fruto de minério, o produto que gera maior receita no estado é a água mineral, cujas operações somaram R$ 556,8 mil no ano passado. Em seguida, vem o calcário, com R$ 545,7 mil. Veja abaixo os 10 produtos minerais com maiores operações no Rio Grande do Norte.

Estudo deve chegar a conclusão do nível de risco da Barragem das Traíras

DSC_0244Encabeçada pelo secretário de Recursos Hídricos do RN, João Maria Cavalcanti, uma comitiva de técnicos, prefeitos, vereadores, membros da diretoria do Comitê da Bacia Hidrográfica do Piancó-Piranhas, visitou na manhã desta terça-feira (29) a Barragem Passagem das Traíras, que desde 2016 que se encontra no Relatório de Segurança de Barragens, elaborado pela Agência Nacional de Águas.

Na ocasião, João Maria confirmou que o Governo autorizou o início do estudo, já licitado pela gestão anterior, que vai diagnosticar o nível dos riscos oferecidos pela estrutura da Barragem. Somente com esse estudo em mãos, o Governo terá condições de anunciar qual serviço será feito no reservatório.