Lula diz que Dilma não tem ‘a paciência que a política exige’

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) peca ao não ter o ‘jogo de cintura’ necessário para lidar com a política. Para Lula, falta a ela, que foi escolhida pessoalmente pelo petista para disputar sua sucessão em 2010, “paciência que a política exige”. A declaração foi dada durante entrevista à Rádio CBN Vale, de São José dos Campos, interior de São Paulo, após questionamento sobre o papel da petista em sua campanha.

“O tempo passou. Tem muita gente nova no pedaço. Eu pretendo montar um governo com muita gente nova, importante e com muita experiência. A Dilma, tecnicamente, é uma pessoa inatacável, que tem uma competência extraordinária. Na minha opinião, a companheira Dilma erra na política. Ela não tem a paciência que a política exige que a gente tenha para conversar e atender as pessoas mesmo quando você não gosta que a pessoa está falando. Nisso, cometemos um equívoco pela pressão em cima dela”, disse sinalizando que não deve trazê-la para algum cargo no governo caso seja eleito em outubro.

Antes de qualquer discussão sobre participar ou não de um eventual novo governo petista, o papel de Dilma na campanha do Lula tem sido questionado sobretudo depois da ausência da ex-presidente no jantar promovido pelo Prerrogativas, coletivo de advogados autodenominados “progressistas” e “antilavajatistas”, em dezembro de 2021. Foi o primeiro encontro público entre Lula e o ex-governador Geraldo Alckmin, que deixou o PSDB e cogita filiar-se ao PSB, entre outros partidos, para disputar a vice-presidência na chapa com o petista.

Justiça nega pedido de promotores para suspender exigência do passaporte vacinal no RN

O juiz Geraldo Antônio da Mota rejeitou o pedido de liminar que pedia a suspensão da fiscalização do passaporte de vacina em estabelecimentos comerciais como shoppings, bares, restaurantes e similares no Rio Grande do Norte.

A ação foi apresentada pelos promotores Christiano Baia Fernandes de Araújo, Ana Márcia Moraes Machado e Henrique César Cavalcanti, com a justificativa de que a exigência de comprovação vacinal pelo decreto seria inconstitucional pois os cidadãos estariam obrigados a tomar à vacina, mesmo que contrários.

Os promotores requeriam na liminar a suspensão de processos administrativos e eventuais punições contra pessoas não vacinadas e estabelecimentos que descumprissem a determinação prevista em decreto.

Governo do RN suspende apoio a eventos públicos e privados

O governo do Rio Grande do Norte divulgou nesta quarta-feira (27) uma nota determinando a suspensão do apoio financeiro ou logístico a eventos públicos e privados diante do novo cenário epidemiológico. O ofício trata de suspender todos os eventos nos âmbitos direto e indireto do Poder Executivo Estadual.

De acordo com a nota, a alta transmissibilidade da nova variante da covid-19, a Ômicron, resulta no aumento do número de casos diários em todas as regiões de saúde do Estado. Diante disso, “a medida se faz necessária, e prudente, especialmente em função da sobrecarga dos serviços de saúde e crescimento na busca por leitos clínicos e críticos”. O tamanho do público não foi mencionado na nota, assim como o período especificamente determinado. O ofício 

Seridó e Mato Grande receberão circuito de orientação ao crédito rural

Fomentar negócios e fortalecer polos produtivos de cadeias diversificadas com potencial de desenvolvimento é uma das diretrizes do Programa AgroNordeste para oportunizar acesso a mercado e orientação ao crédito aos empreendedores do campo. Essa estratégia levou o Sebrae no Rio Grande do Norte e o Banco do Brasil a se unirem em parceria para promover o Circuito de Negócios Agro, uma capacitação voltada para o agronegócio potiguar.

Serão realizadas duas jornadas, contendo palestras técnicas, orientação, acesso ao crédito e exposição de produtos, destacando as vocações das cidades de Ceará-Mirim, situada na região do Mato Grande, e em Caicó, um dos municípios polos do Seridó.

No Rio Grande do Norte, desde o lançamento há três anos, o programa contabiliza diversas realizações. As primeiras programadas para o ano de 2022 no estado passam por esse circuito de eventos, começando por Caicó, nos dias 7 e 8 de fevereiro, e em Ceará-Mirim, o evento ocorre nos dias 10 e 11 do próximo mês.

Covid-19: Busca por D1 cresce 347% no Rio Grande do Norte após passaporte vacinal

A exigência do passaporte vacinal para ingresso em shoppings, bares, restaurantes e locais fechados no Rio Grande do Norte fez a procura pela primeira dose da vacina contra a covid-19 disparar. Segundo dados obtidos junto ao RN + Vacina, a procura pela D1 uma semana após o anúncio do passaporte vacinal aumentou 347%. Em números absolutos, 19.005 D1s foram aplicadas a partir do dia 18 de janeiro, data em que o Governo do Estado publicou o decreto com a norma. Uma semana antes, do dia 11 ao dia 17, a soma tinha sido de 4.247 doses.

Os números obtidos pela reportagem indicam que, em janeiro, foram aplicadas 26.726 D1s no Estado. Dessas, 19.005 foram aplicadas após o anúncio do passaporte, o que corresponde a 71% do total. Nos postos de saúde de Natal, são vários os relatos de profissionais de saúde sobre pessoas procurando a primeira dose da vacina. Na maioria dos casos, os usuários alegam a exigência do passaporte vacinal como justificativa para a acessar o imunizante.

Presidente da Fifa diz que Copa bienal pode evitar mortes de migrantes

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, disse nesta quarta-feira (26) que o aumento de receitas com uma eventual Copa do Mundo bienal poderia criar oportunidades para africanos, evitando muitos deles de migrar para a Europa e encontrar “a morte no mar” ao cruzar o Mediterrâneo.

A ideia de uma Copa do Mundo a cada dois anos tem ganhado força com Infantino tentando angariar apoio das federações nacionais, dizendo que a mudança iria criar receitas adicionais de US$ 4,4 bilhões (aproximadamente R$ 24 bilhões) para a entidade.

A Fifa disse que as verbas adicionais podem ajudar a reduzir a diferença de receitas entre mercados mais e menos desenvolvidos do futebol. Em um pronunciamento ao Conselho da Europa, principal organização do continente para defesa dos direitos humanos, Infantino ressaltou a importância de tornar o futebol mais inclusivo para os países de fora da Europa.

Pequenas empresas são responsáveis por 76% dos novos empregos

Uma pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) mostra que as micro e pequenas empresas seguem como as principais geradoras de novas vagas de emprego. De acordo com levantamento, feito com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o setor foi responsável por 76% das vagas de emprego no país. Os dados correspondem ao mês de novembro de 2021. 

Na avaliação do Sebrae, há 15 meses seguidos os pequenos empresários geram a maioria das vagas de emprego no Brasil. A média mensal do período é superior a 70% de participação na criação de novas vagas. O comércio foi responsável pela abertura de 116,7 mil postos, seguido pelos setores de serviços (98,7 mil), construção (16,7 mil) e indústria (15,2 mil). 

Lula cita Alckmin e diz: ‘Espero que o PT compreenda a necessidade de fazer aliança’

O ex-presidente Lula (PT) disse em uma entrevista nesta quarta-feira (26) que espera que Geraldo Alckmin escolha um partido que se alie ao Partido dos Trabalhadores nas eleições presidenciais deste ano — e também que o PT “compreenda a necessidade de fazer uma aliança”. Lula admitiu em dezembro ser pré-candidato à Presidência da República, e busca um candidato a vice.

“Que dê certo essa conversa. Espero que Alckmin escolha o partido político adequado que faça aliança com o PT. Espero que o PT compreenda a necessidade de fazer aliança”, disse Lula em entrevista à rádio CBN Vale, de São José dos Campos (SP).

Ex-governador de São Paulo por quatro vezes, Alckmin deixou o PSDB após 33 anos e é apontado como principal nome para constituir uma chapa com o petista na eleição presidencial deste ano. Eles foram juntos a um jantar aberto à imprensa e convidados no fim de 2021

Governadores decidem manter congelamento de ICMS sobre combustíveis por mais 60 dias

Depois de chegarem a anunciar o fim do congelamento do ICMS sobre combustíveis, os governadores, pressionados e criticados, decidiram voltar atrás e manter a medida por mais 60 dias. O congelamento inicial, de 90 dias, acaba no dia 31 de janeiro e os governadores chegaram a divulgar que ele não seria prorrogado.

Mas o cenário atual de instabilidade no mercado de petróleo, com o barril podendo ultrapassar US$ 90 e a expectativa de alta no preço dos combustíveis no Brasil, levou a pressões e críticas à decisão dos governadores. Dentro do próprio grupo de chefes de Executivos estaduais começou uma discussão para reverter a decisão.

Ômicron leva Fux a cancelar retorno presencial no STF

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, decidiu cancelar o retorno presencial das sessões da corte, que ocorreria já na próxima semana. A informação foi apurada junto ao gabinete da Presidência da corte. O motivo é o aumento dos casos de Covid-19 causado pela variante Ômicron.

O STF retornaria às atividades presenciais a partir de fevereiro. A decisão foi para estender as sessões e o trabalho remoto até o final de fevereiro, quando uma nova avaliação irá ocorrer com base na situação epidemiológica do país.

A decisão deve impactar também a posse do ministro Edson Fachin na presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), marcada para 22 de fevereiro. A definição ainda não foi divulgada pelo tribunal, mas há uma preocupação entre os ministros.