TRT-RN encerra Semana Nacional de Execução Trabalhista

O Tribunal Regional do
Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) encerrou nesta sexta-feira (30) a sua
participação na 3ª edição da Semana Nacional de Execução Trabalhista,
apresentando resultados bastante satisfatórios.
Para o juiz Antônio Soares
Carneiro, coordenador da Semana de Execução Trabalhista no Rio Grande do Norte,
não se limitou apenas à realização de audiências de conciliação para solucionar
as dívidas de processos que já têm sentenças e que não há mais possibilidade de
recursos.
De acordo com Antônio
Carneiro, foram desenvolvidas muitas outras atividades, como corrigir as
inconsistências da estatística, analisar os processos do arquivo provisório,
fazer tentativa de penhora nos processos mais antigos, além de identificar e
elaborar a lista dos maiores devedores.
Até o final de 2013, o
TRT-RN precisa solucionar 14.102 processos na fase de execução para poder
cumprir a Meta 13 do Conselho Nacional de Justiça, que é a de aumentar em pelo
menos 15 % o quantitativo de execuções trabalhistas, tendo como referência o
ano de 2011. O magistrado disse, ainda,
que o tribunal precisa solucionar, que na Justiça do Trabalho potiguar foi de
12.263 processos. “A minha expectativa é a de que alcançaremos essa meta já no
final do mês de outubro”, assegurou Antônio Soares.
Coordenada pelo Conselho
Superior da Justiça do Trabalho em todos os 24 TRTs do Brasil, a Semana
Nacional de Execução Trabalhista tem o objetivo de solucionar, por meio de
audiências de conciliação, processos trabalhistas em que a dívida já foi
reconhecida por decisão judicial, mas que ainda não foi paga. Existem atualmente no
país 2,8 milhões de processos trabalhistas que estão em fase de execução. A
dívida total é R$ 25 bilhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *