Greve é localizada na Polícia Civil e na Educação

Diversos setores da administração estadual estão aguardando posição do Governo e decidiram continuar trabalhando normalmente. Os médicos decidiram retirar o indicativo de greve, previsto para esta quarta-feira (01/06). Assim como os técnicos da Secretaria de Estado de Tributação (SET) que também decidiram suspender o movimento de greve, e terão rodada de negociação no dia 07 de junho. E os servidores da Emparn, em reunião, também decidiram não entrar em greve.
Na última sexta-feira (27), o secretário-chefe do Gabinete Civil, Paulo de Tarso Fernandes, se reuniu com representantes do Sinte-RN e Sinpol. No caso da polícia civil, o encontro contou com a presença dos secretários de Estado da Segurança e Defesa Social, Aldair da Rocha; e da Administração e Recursos Humanos, Anselmo Carvalho; além do delegado adjunto da Polícia Civil, Crystian Medeiros; o procurador-geral de Justiça, Manoel Onofre Neto; e o promotor de Justiça, Fernando Vasconcelos. Do Sinpol, participaram Vilma Marinho, Renata Pimenta, Djair Oliveira e Francisco Alves. Apesar do avanço em vários pontos da pauta de reivindicações, os Policiais Civis decidiram manter a greve, iniciada dia 17 de maio, pelo menos até a próxima quarta-feira (01/06), quando os representantes do Sinpol se reunirão novamente com o Governo do Estado.
POLÍCIA CIVIL
No interior do Estado, as delegacias estão funcionando em quase todos os municípios. Aqui na capital, mesmo com a paralisação, os Boletins de Ocorrência podem ser feitos nas Delegacias de Plantão das Zonas Norte e Sul e via internet, no site da Defesa Social: www.defesasocial.gov.br, na opção Delegacia Virtual.
FJA
Na Fundação José Augusto, os servidores paralisaram parcialmente as atividades na manhã desta segunda-feira (30). Por ser uma segunda-feira os museus estão fechados. A Biblioteca Pública Câmara Cascudo e a Fortaleza dos Reis Magos estão abertos aos visitantes.
PROFESSORES
Na Educação, a greve continua e o quadro é o mesmo da semana passada, segundo dados levantados diariamente pela Coordenadoria dos Órgãos Regionais de Educação – Core, cerca de 52% das escolas em todo RN estão em funcionamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *