Deputados indicam postulantes à vaga de conselheiro do TCE

O parlamentar que irá ocupar
a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) será escolhido
durante votação na próxima quarta-feira (05), em sessão extraordinária, na
Assembleia Legislativa. A Casa teve 15 dias para encaminhar nomes de deputados
para concorrer ao cargo e hoje (29) é o último dia para a indicação de tais
postulantes à vaga. Até o momento, os deputados Poti Junior (PMDB) e Fábio
Dantas (PHS) foram os apontados para concorrerem ao posto que será deixado pelo
conselheiro Valério Mesquita, por razão de aposentadoria.

 
O deputado Poti Junior
recebeu duas indicações, sendo uma do seu partido, o PMDB, que tem em sua
bancada os deputados Walter Alves – líder -, Hermano Morais e Gustavo
Fernandes. A outra indicação foi do PR, cujos membros na Casa são os deputados
Vivaldo Costa, Kelps Lima e George Soares. O deputado Fábio Dantas foi indicado
pelo seu partido, o PHS e pelo PSDB, representado pelo deputado Dibson Nasser,
na Casa.
 
Após indicações de nomes, o
deputado Fernando Mineiro (PT) defendeu uma mudança nos critérios de escolha.
Para o parlamentar, a maneira como a Assembleia Legislativa indica o nome não é
incorreta, mas o ideal é que a pessoa apontada para o cargo seja concursada.
Por outro lado, o deputado Raimundo Fernandes (PMN) alegou que a Casa segue a
Constituição Estadual e Federal nos critérios de escolha.
 
O deputado Fernando Mineiro,
em seu pronunciamento na sessão desta quinta-feira (29), falou sobre o papel do
conselheiro do TCE e de sua atuação em parceria com a Assembleia. “O
conselheiro é fundamental no processo de fiscalização, nas questões contábeis e
patrimoniais, afinal, o TCE é um órgão auxiliar da AL no controle externo”,
declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *