Natal conclui campanha contra gripe com 87% do público prioritário vacinado

vacinaMais de 192 mil pessoas foram vacinadas contra a gripe em Natal durante a campanha de vacinação, que começou em 23 de março e terminou na última terça-feira (30). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o total de vacinados foi de 192.061, que representa 87,72% do público prioritário esperado.

Do total de vacinados, 112.451 foram idosos (131%) e 33.909 (109%) foram trabalhadores da saúde, os únicos dois públicos que tiveram números acima das metas do Ministério da Saúde, que é de 90%.

Além disso, 16.589 adultos entre 55 e 59 anos (cerca de 49% do esperado), 4.162 gestantes (48%), 619 puérperas (43%) e 24.920 crianças (41%) também foram vacinados, mas com médias abaixo das projeções da cobertura.

RN deu início à retomada gradual das atividades econômicas

whatsapp-image-2020-06-30-at-09.24.52O Rio Grande do norte deu início nesta quarta-feira (1º) à retomada gradual das atividades econômicas. Salões de beleza, barbearias, armarinhos e lojas de roupa com até 300 metros quadrados estão entre os estabelecimentos que podem reabrir nesta primeira fase.

Para reabrir, o comércio deve respeitar o protocolo de segurança sanitária que prevê, dentre outras coisas, o uso de máscara e a disponibilização de álcool em gel para os clientes e funcionários.

As atividades econômicas do Estado estão suspensas desde o final de março quando o governo publicou o primeiro decreto de restrição ao comércio por causa da pandemia do coronavírus. Nesta terça (30), o RN registrava 30.287 casos confirmados da Covid-19 e 1.034 mortes pela doença.

Receita recebe 334.817 declarações do Imposto de Renda 2020 no RN

IRA Receita Federal recebeu 334.817 declarações de Imposto de Renda 2020 no Rio Grande do Norte – o prazo terminou às 23h59 desta terça-feira (30). A quantidade de entregas ficou um pouco abaixo do esperado pelo órgão, que previa o recebimento de 336 mil declarações.

Inicialmente, o prazo final para entrega da declaração de Imposto de Renda era 30 de abril, mas por conta da pandemia provocada pelo coronavírus ele foi adiado para 30 de junho. Quem estava obrigado a entregar o documento e perdeu o prazo, vai ter que pagar multa de, no mínimo, R$ 165,74 e, no máximo, de 20% do imposto devido.

MEC divulga diretrizes para volta às aulas presenciais, mas não estabelece data para o retorno

EDUCAÇÃOO Ministério da Educação (MEC) anunciou nessa quarta-feira (1°) diretrizes para a volta às aulas presenciais. Entre elas, estão uso de máscaras, distanciamento social de 1,5 metro, estímulo a reuniões on-line e afastamento de profissionais que estejam em grupos de risco (veja mais abaixo).

Apesar da divulgação do documento, ainda não há uma data prevista para a volta às aulas presenciais em todo o país – essas atividades estão suspensas desde março. Segundo o balanço do MEC, entre as 69 universidades federais, 54 estão com atividades suspensas, 5 com atividades parciais e 10 com atividades remotas. O monitoramento pode ser visto no site http://portal.mec.gov.br/coronavirus/

Enade 2020: Inep adia avaliação de cursos do ensino superior para 2021

ENADEO Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2020 será aplicado em 2021, de acordo com Alexandre Lopes, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A informação foi divulgada nesta quarta-feira (1°) durante entrevista à imprensa, em Brasília. A nova data não foi informada.

O motivo do adiamento é a pandemia do coronavírus, que suspendeu as aulas presenciais em todos os estados, incluindo o ensino superior. A prova avalia o aprendizado em diferentes cursos do ensiso superior e deveria ser aplicada em 22 de novembro. No Enade 2020 estava prevista a avaliação de 10 cursos de bacharel, 17 de licenciatura e três tecnológicos.

MEC anuncia internet gratuita para alunos de universidades e institutos federais

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nessa quarta-feira (1°) que dará internet gratuita para alunos de universidades e institutos federais em situação de vulnerabilidade, para que possam acessar as aulas remotas enquanto durar a pandemia.

A expectativa inicial é atender a 400 mil estudantes e, depois, chegar a 1 milhão. A iniciativa tem parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTIC). O custo total não foi divulgado.

Segundo o secretário-executivo do MEC, Antonio Paulo Vogel, 40% destes estudantes estão no nordeste. Vogel afirma que não se trata de internet liberada e gratuita: as universidades e institutos federais deverão definir os sites e sistemas nos quais os estudantes terão acesso gratuito.

Decotelli diz que Bolsonaro quis mantê-lo e que foi vítima de ‘covardia’ da FGV

Carlos Alberto DecotelliO agora ex-ministro da Educação Carlos Alberto Decotelli disse que a FGV (Fundação Getulio Vargas) fez uma “covardia moral” e 1 “linchamento” ao afirmar, por meio de nota, que ele não era professor da instituição. “Se a FGV não tivesse me destruído, eu estaria agora trabalhando no MEC e ajudando o presidente Bolsonaro.”

Ele embarcou nesta 4ª feira (1º.jul.2020) em 1 voo da Azul de Brasília a Campinas (SP). No aeroporto de Viracopos, onde fez conexão para Curitiba, onde mora, falou ao Poder360. Considera a nota da FGV “uma traição”. Disse desconhece o motivo. “Não sei se foi racismo, ou se tinham outro candidato a ministro”, disse.

Câmara aprova em 1º turno texto-base da PEC que adia as eleições

eleiçõesA Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (23), em primeiro turno, o texto-base da proposta de emenda à Constituição (PEC) que adia para novembro as eleições municipais deste ano em razão da pandemia do novo coronavírus. O texto, votado em sessão remota, foi aprovado por 402 votos a 90 (houve 4 abstenções).

Pelo calendário eleitoral, o primeiro turno está marcado para 4 de outubro, e o segundo, para 25 de outubro. A PEC adia o primeiro turno para 15 de novembro, e o segundo, para 29 de novembro. Os deputados ainda precisam analisar os destaques, propostas que visam modificar a redação, para concluir a votação. Esta etapa não havia sido finalizada até a última atualização desta reportagem.

Por se tratar de uma alteração constitucional, o texto será submetido ao segundo turno de votação na Câmara, o que deve acontecer ainda nesta quarta-feira. Como o texto já foi aprovado pelo Senado, seguirá para promulgação pelo Congresso se não for alterado pelos deputados.

TCU enviará ao Ministério Público casos de quem recebeu auxílio emergencial sem ter direito

tcuO Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu nesta quarta-feira (1º) encaminhar ao Ministério Público Federal (MPF) os casos mais graves de irregularidades no pagamento do auxílio emergencial de R$ 600, criado em razão da crise do coronavírus.

Segundo o relator do processo, ministro Bruno Dantas, a lista de nomes servirá para que o MPF avalie uma possível ação penal contra pessoas que receberam o auxílio sem terem direito.

“Decidi determinar que seja encaminhada a lista dessas pessoas dos casos mais graves, que denotam um dolo mais gritante, para o Ministério Público Federal, para que dentro da apreciação que lhe cabe examine a relevância penal dessas fraudes”, afirmou o ministro durante a sessão desta quarta do tribunal.