Imprensa britânica se surpreende com ‘caos’ na liberação do Maracanã e põe Copa em xeque

A imprensa britânica se
mostrou incrédula nesta sexta-feira diante da decisão da Justiça brasileira de
autorizar o amistoso entre Brasil e Inglaterra no estádio do Maracanã horas
depois de ter proibido a realização do mesmo por questões de segurança.
A partida, que será
disputada neste domingo e supõe a inauguração oficial do estádio após três anos
de obras, foi cancelado ontem depois de uma ação civil pública iniciada pelo
Ministério Público Estadual, que denunciou a ausência de “laudo de
vistoria de engenharia, de prevenção e combate de incêndio, de condições
sanitárias e de higiene”.
Posteriormente, essa mesma
decisão foi revogada “mediante a um recurso do Governo do Estado com a
apresentação do laudo da PM que comprova o cumprimento de todas as regras de
segurança no Maracanã”, apontou a nota da administração estadual.
A veloz contra-ordem foi
qualificada como um “caos” pelo jornal britânico “The
Times”, principalmente pela proximidade da Copa das Confederações, que
será realizada no país entre os dias 15 e 30 de junho, na qual o Maracanã sedia
a parida de abertura.

Citando fontes
ligadas à Federação de inglesa de futebol, o jornal britânico destaca que o
detonante desta decisão não foi tanto um suposto problema técnico do estádio,
mas um “conflito local” entre dois políticos por “questões de
tramitação de papéis”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *