Ministério da Saúde libera R$ 3,4 milhões para ações contra o sarampo no RN

vacinaO Ministério da Saúde liberou R$ 3,4 milhões para os municípios do Rio Grande do Norte fortalecerem as ações de ampliação da cobertura vacinal da Tríplice Viral e de prevenção, controle do surto e interrupção da cadeia de transmissão do sarampo. A portaria com a lista com os valores, por cidade, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira (16).

50% dos recursos disponibilizados serão liberados em 30 dias. Para receber os outros 50% os municípios precisam cumprir duas metas: alcançar 95% de cobertura vacinal, da primeira dose da tríplice viral, que previne sarampo, rubéola e caxumba, em crianças de 12 meses de idade; e informar o estoque das vacinas de poliomielite, tríplice e pentavalente às Secretarias de Saúde dos Estados e ao Ministério da Saúde.

Hospital Varela Santiago lança “Abra seu coração”

niver1Na manhã dessa quinta-feira (11) o Hospital Infantil Varela Santiago deu início às comemorações dos 102 anos da instituição. O aniversário terá programação durante todo o dia para as crianças. Durante a manhã festiva foi realizada também a inauguração do Núcleo para Tratamento da Obesidade Infantil e o lançamento oficial da campanha publicitária “Abra seu coração” com o primeiro documentário sobre a instituição e um jingle que ganhou um lindo clipe cantado por artistas locais.

O Núcleo para Tratamento da Obesidade Infantil do Hospital Infantil Varela Santiago é um projeto diferenciado e pioneiro no Nordeste, com atendimento multidisciplinar, consultas frequentes e participação e educação alimentar também dos familiares. No núcleo, serão realizadas, além das consultas tradicionais e exames laboratoriais fornecidos pelo hospital, momentos interativos e reuniões em grupos (os pacientes serão distribuídos de acordo com a faixa etária de 2 a 9 anos) onde serão discutidos diversos temas pertinentes com os pacientes e familiares de forma lúdica e divertida.

Os pacientes do Núcleo também terão avaliação do percentual de gordura corpórea pela bioimpedância. Os atendimentos serão cinco dias na semana alternando entre manhã e tarde. Participarão da equipe multidisciplinar médicos endocrinologistas e gastroenterologistas pediátricos, nutricionistas e psicólogos. As triagens para participar da primeira turma de pacientes do núcleo já começaram a serem feitas no hospital. Para se inscrever, basta entrar em contato no telefone (84) 3209-8200 ou diretamente na recepção do Varela Santiago. As vagas são limitadas. Serão ofertadas 200 vagas de triagem e dessas, serão selecionados 100 pacientes.

Sesap alerta para cuidados para prevenção de raiva

reproducao_internet-3131631A Subcoordenadoria de Vigilância Ambiental (Suvam) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) reforça as orientações à população de todo o Rio Grande do Norte para que mantenha os cuidados a fim de evitar acidentes com animais que possam transmitir a raiva. No RN, até o final de setembro, 2.543 pessoas precisaram receber a aplicação do soro antirrábico ou da vacina contra o vírus.

A subcoordenadora da Suvam, Aline Rocha, reforça que as medidas de prevenção continuam sendo importantes. “Estamos registrando muitos atendimentos em situações que poderiam ser evitadas, como pessoas que mexem ou tentam alimentar animais de rua, como gatos e cachorros, ou animais silvestres, como saguis, por isso alertamos que evitem se expor ao risco de contaminação”. Ela explica que, nos casos onde o animal é de rua ou silvestre, é necessário fazer todo o esquema de soro e vacina, o que gera uma demanda que poderia ser evitada. “Ainda não estamos em situação de estabilidade com relação ao recebimento dos soros”, relembra Aline.

A situação é vivenciada desde o mês de abril e afeta todo o País. A previsão é de que o Ministério da Saúde consiga normalizar os estoques a partir de janeiro de 2020. O abastecimento irregular se deve à falta de adequações necessárias, por parte de dois dos três laboratórios produtores, para cumprir as normas exigidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Orientações

A raiva é transmitida pela saliva do animal infectado – principalmente, cão e gato, ou de animais silvestres, como morcego e sagui – através da pele ou mucosas, seja por mordedura, arranhadura ou lambedura. A principal forma de prevenção é a vacinação de animais domésticos e de pessoas que foram expostas ao risco.

A orientação da Sesap é para que as vítimas de mordeduras lavem o local com água corrente e sabão e procurem imediatamente a unidade de saúde mais próxima. O vírus rábico é muito sensível a agentes externos e ao lavar o ferimento com água corrente e sabão, ou outro detergente, isso diminui, comprovadamente, o risco de infecção.

O site www.saude.rn.gov.br disponibiliza informações e orientações sobre a raiva no Rio Grande do Norte.

 

Restaurantes de Natal terão que informar glúten e lactose 

IMG-20191009-WA0154O plenário da Câmara Municipal de Natal aprovou nesta quarta-feira (09/10), em segunda discussão, um projeto de lei de autoria do vereador Dickson Júnior (PSDB) que obrigará restaurantes, bares e afins da capital potiguar a informar sobre a presença de glúten, lactose e seus derivados nos alimentos preparados e servidos com o objetivo de trazer informações sobre os alimentos que podem causar danos à saúde dos que são acometidos de doença Celíaca e intolerância à lactose.

“Esse Projeto de Lei acompanha a tendência nacional de esclarecer a população sobre os alimentos que são alergênicos e que podem causar doenças graves, se forem consumidos. Os indivíduos com intolerâncias, devem controlar o consumo de certos alimentos para evitar sintomas gastrointestinais. Como a tolerância é variável à quantidade ingerida, é fundamental a discussão sobre disponibilização da informação de alimentos que contenham glúten, lactose e derivados em estabelecimentos comerciais”, observa o autor.

A LEI

Pelo Projeto aprovado, os estabelecimentos que se utilizam do sistema de alimentação self-service ou por quilo deverão informar quanto à presença de glúten, lactose ou de seus derivados de forma individual por alimento oferecido e o descumprimento sujeitará o estabelecimento infrator às seguintes sanções: I – advertência; II – multa; III – suspensão da atividade; IV – cassação do alvará. Caberá ao Poder Executivo fiscalizar e estipular o valor da multa a ser aplicada nos casos de descumprimento da Lei.

A matéria foi subscrita por Carla Dickson (PROS) e Divaneide Basílio (PT).

 

 

Outubro Rosa em Natal: carro da mamografia chega a Candelária  

Carro mamografiaO carro da mamografia do Grupo Reviver, que promove exames de mamografias de forma itinerante pelas unidades de saúde de Natal começou as ações do mês de conscientização para o controle do câncer de mama na Unidade da Saúde de Candelária. O posto está com a unidade móvel nessa quarta (09/10) e quinta-feira (10/10).

Sendo um dos cânceres que mais mata mulheres no Brasil, o diagnóstico precoce do câncer de mama se torna a arma mais eficaz de combate. A mamografia pode detectar possíveis nódulos, que se descobertos ainda pequenos aumentam as chances de melhora, “Quando os nódulos ou tumores eles são menores do que 0,5 cm, eles têm 95% de possibilidade de cura, à medida que o tumor cresce, diminui essa possibilidade”, ressalta Ana Tereza.

A unidade ainda planeja diversas programações temáticas para o Outubro Rosa, e nos próximos dias 16 e 25 realizará ações coletivas ressaltando a importância do autoexame e da mamografia, além de reforçar o tema nos grupos formados no espaço durante todo o mês de outubro.

Ministério da Saúde é vacinar 2,6 milhões de crianças e 13,6 milhões adultos

vacinaPara isso, a pasta garantiu a maior compra de vacinas contra o sarampo dos últimos 10 anos. Ao todo, 60,2 milhões de doses da tríplice viral foram adquiridas para garantir o combate à doença nos municípios. Vacinar contra o sarampo é importante para evitar complicações como cegueira e infecções generalizadas que podem levar a óbito.

Por isso, o governo federal em parceria com os estados e municípios estão unindo esforços para vacinar 39,9 milhões de brasileiros, 20% da população, que hoje estão suscetíveis ao vírus do sarampo, de acordo com o Ministério da Saúde. Apesar da faixa etária de 20 a 29 anos concentrar a maior parte desses brasileiros (35%), são os menores de 5 anos o grupo mais suscetível para complicações do sarampo.

Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo começa segunda-feira

image-653x400Em parceria com os governos estaduais, distrital e municipais, o Ministério da Saúde inicia, na próxima segunda-feira (7), a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. Na primeira fase, que vai até o dia 25 de outubro, o público-alvo serão as crianças com idade entre 6 meses e 4 anos e 29 dias.

A segunda etapa, de 18 a 30 de novembro, terá foco na população com idade entre 20 e 29 anos. Em entrevista coletiva, o ministro titular da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que a prioridade para este grupo justifica-se porque, como provavelmente não receberam a segunda dose da vacina, seus filhos acabam apresentando um sistema imunológico mais vulnerável à doença. Além dos dois períodos, a campanha também destaca o dia 19 de outubro como o Dia D, para mobilização nacional.

Surto de sarampo deve durar seis meses

sarampoO Ministério da Saúde estima que o surto de sarampo do País deva levar de seis a oito meses, pelo menos, para ser contornado. Nos últimos 90 dias, foram relatados 5.404 casos da doença, com seis mortes. Embora a maioria dos registros (97%) esteja concentrada em São Paulo, há um número significativo de casos (179) espalhados em 18 Estados.

O grande número de pessoas com a doença e os focos de infecção associados à baixa cobertura vacinal em vários pontos do País explicam as projeções pouco otimistas. A estimativa da pasta é de que 39,9 milhões de brasileiros – o equivalente a 20% da população – estejam suscetíveis ao vírus.

Para tentar reverter a tendência, a pasta promove a partir de segunda-feira uma Campanha Nacional de Vacinação. A estratégia será por faixas etárias. Na primeira fase, entre 7 e 25 de outubro, serão imunizadas crianças de 6 meses a 5 anos. Um dia D será organizado em 19 de outubro para esse grupo, considerado o mais vulnerável. A outra etapa, que começa em 18 de novembro, será voltada para pessoas entre 20 e 29 anos que não estão com a carteira em dia.

Vacina contra dengue está em fase final de produção

vacinaA vacina contra a dengue deverá estar disponível para toda a população pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em 2022. Produtor de imunobiológicos, o Instituto Butantan está na fase final de produção da vacina. A expectativa é que possa ser indicada, tanto para pessoas que já foram infectadas por um dos quatro subtipos da dengue, quanto para quem nunca teve a doença.

 “Isso nos dá muito orgulho porque é uma instituição pública e é um desenvolvimento tecnológico nacional. Vamos produzir a vacina não só para o mercado brasileiro, mas para toda a comunidade mundial”, disse o secretário de Vigilância em Saúde do ministério da Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira.

Secretaria orienta municípios sobre campanha contra Sarampo

sarampoO Ministério da Saúde vai promover, a partir do mês de outubro, a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, que buscará a interrupção da circulação do vírus pelo país. A imunização será realizada em duas etapas, com dois públicos-alvo.

A primeira inicia em 7 de outubro e segue até o dia 25 do mesmo mês, tendo como público-alvo crianças de seis meses a 5 anos, sendo 19 de outubro o “Dia D”. No mês de novembro ocorrerá a segunda etapa, com objetivo de imunizar adultos jovens não vacinados, na faixa etária de 20 a 29 anos. Esse público terá o Dia D em 30 de novembro.