Cerca de 9 mil médicos cubanos foram repatriados

2019-11-17t065641z-1329842251-rc2ucd9dp6hy-rtrmadp-3-cuba-bolivia-doctorsDo Brasil, de El Salvador, do Equador e da Bolívia, cerca de 9 mil médicos cubanos foram repatriados no último ano, após o cancelamento de seus contratos, uma decisão estimulada pelo governo Donald Trump e que pode significar um duro golpe para a economia da ilha.

Para Cuba, Washington promove uma campanha para desprestigiar um programa emblemático que data de 1963 e do qual mais de 400 mil pessoas participaram em 164 países. “A cruzada dos Estados Unidos contra a cooperação médica internacional é um ato infame e criminoso”, escreveu o chanceler cubano, Bruno Rodríguez, na quinta-feira, no Twitter.

Brasil tem 47,2 milhões de usuários de planos de saúde

Dados divulgados nesta sexta-feira (5) pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) revelam que, em outubro, o Brasil registrou 47.255.912 beneficiários em planos de assistência médica. Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve leve oscilação positiva, de 71,2 mil usuários.

O levantamento mostra que 15 unidades da federação registraram crescimento, e os níveis  mais expressivos foram observados nos estados de Minas Gerais, do Rio de Janeiro e de Goiás. A ANS ressalta, porém, que os números não são definitivos e podem sofrer algumas modificações retroativas em função das revisões efetuadas pelas operadoras.

Prevenção do HIV é destaque do Dezembro Vermelho nas Unidades de Saúde de Natal

WhatsApp Image 2019-12-05 at 12.53.25O Dia Mundial de Luta contra a Aids é comemorado em primeiro de dezembro. Mas a Secretaria Municipal de Saúde de Natal (SMS) realiza durante todo o mês o Dezembro Vermelho, campanha em alusão a ações de prevenção e diagnóstico precoce do HIV/Aids e IST’S (Infecções Sexualmente Transmissíveis).

São diversas atividades com a intenção de conscientizar a população sobre o riscos, formas de contágio e o tratamento da doença. Designado em 1987 pela Assembleia Mundial de Saúde e apoiada pela Organização das Nações Unidas, o dia de luta contra o vírus foi definido no Brasil, no ano seguinte, por uma portaria do Ministério da Saúde. E tem a intenção de reforçar a solidariedade e formas de cuidado com as pessoas que convivem com a doença.

Atividades com a intenção de esclarecer a prevenção, mostrar formas de tratamento e detecção da doença serão realizadas durante todo o período nas unidades Básicas de Saúde e em pontos estratégicos da cidade, como nas praias e escolas da rede pública. Acontecem palestras sobre o tema, além da realização de teste rápido de HIV e Sífilis e distribuição de preservativos.

No período de um ano, notificações de microcefalia caem quase 100% no RN

microcefalia-CopyO Boletim Epidemiológico divulgado pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), registrou no Rio Grande do Norte, em 2019, a ocorrência de 11 casos notificados de microcefalia e/ou outras malformações relacionadas às infecções congênitas.

Os dados inseridos no sistema até a Semana Epidemiológica 48, encerrada em 30/11/2019, mostram uma queda acentuada em relação aos anos anteriores.

No Rio Grande do Norte, desde 2014 até hoje foram notificados 557 casos suspeitos de microcefalia e/ou outras malformações relacionadas às infecções congênitas como Zika e STORCH (sífilis, toxoplasmose, rubéola, CMV ou HSV), sendo 4 referentes a nascimentos ocorridos em 2014, 339 em 2015, 153 em 2016 e 23 em 2017, além de 20 em 2018 e das 11 em 2019.

Anvisa autoriza venda em farmácia de medicamentos à base de maconha

a1f7b36c98d7fb297ddb83269f9ede5eA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou regulamento para a fabricação, importação e comercialização de medicamentos derivados da Cannabis. Norma será publicada no Diário Oficial da União nos próximos dias e entrará em vigor 90 dias após a publicação. A decisão foi tomada por unanimidade pela diretoria colegiada da agência reguladora. O parecer apresentado em reunião ordinária pública nesta terça-feira (3), em Brasília, está disponível na internet.

O medicamento só poderá ser comprado mediante prescrição médica. A comercialização ocorrerá exclusivamente em farmácias e drogarias sem manipulação. Conforme nota da Anvisa, “os folhetos informativos dos produtos à base de Cannabis deverão conter frases de advertência, tais como ‘O uso deste produto pode causar dependência física ou psíquica’ ou ‘Este produto é de uso individual, é proibido passá-lo para outra pessoa’”.

Casos de Chikungunya subiram 364% no RN

ChikungunyaO novo Boletim Epidemiológico, divulgado nesta terça-feira (3) pela Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte, reforça o que ocorreu durante o ano de 2019. Até o dia 9 de novembro passado, os casos de dengue confirmados sofreram uma redução de 20%, enquanto os de Chikungunya aumentaram em 364%, comparando ao mesmo período de 2018.

Foram notificados 37.660 casos suspeitos de dengue, sendo confirmados 9.736 casos, o que representa uma incidência de 1.082.49 casos por 100.000 habitantes. Em 2018, considerando o mesmo período, foram 28.734 casos notificados e 12.176 confirmados, gerando uma incidência de 825,92 casos por 100.000 habitantes.

Governo garante apoio financeiro ao Varela Santiago

IMG000000000219664O Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado da Saúde Pública, e o Hospital Infantil Varela Santiago, assinaram Termo de Convênio para apoio financeiro na manutenção da unidade, nesta terça-feira (3).

O convênio é de R$ 1,150 milhão e o valor será destinado para aquisição de medicamentos, material hospitalar, nutrição parenteral, abastecimento de água e energia elétrica, contribuindo para qualificar a assistência ofertada às crianças potiguares.

A transferência dos recursos ocorrerá em cinco parcelas de R$ 230 mil. “O secretário Cipriano Maia nos afirmou que a primeira parcela entrará antes do final do ano. As subsequentes serão liberadas a partir da comprovação da aplicação da parcela anterior que realizaremos”, explicou o diretor da unidade, Paulo Xavier.

Taxa de HIV Aids sobe 81,7 por cento no RN

233476A taxa de detecção de HIV/Aids no Rio Grande do Norte disparou nos últimos dez anos. O aumento foi de 81,7% entre 2008 e 2018, para grupos de 100.000 habitantes. Neste período, foi o maior crescimento percentual entre todos os estados. No RN, por exemplo, a taxa em 2018 foi de 20,9. Dez anos antes, esse coeficiente era de 11,5. Além do Estado, outros 15 estados apresentaram aumento neste intervalo de tempo.  Os números do RN vão na contramão da média nacional, que apresentaram redução.

Os dados são do Ministério da Saúde, divulgados em Boletim Epidemiológico nesta sexta-feira (29). Além de ter o maior aumento percentual em dez anos, em 2018, por exemplo, a taxa do Rio Grande do Norte foi a maior do Nordeste e a 10ª do Brasil. Entre 2008 e 2018, segundo o boletim, o RN teve 5.501 casos de HIV notificados.

Governo e pesquisadores descartam problemas com vacina contra HPV

ea839899f935cc43cdb399f4c77a1a4f-730x400O Ministério da Saúde defendeu o resultado da avaliação de uma equipe de médicos da Universidade de São Paulo (USP) sobre o caso de reações adversas a vacinas contra HPV em jovens no Acre. Segundo os profissionais, os pacientes tiveram uma crise “psicogênica”, e não um problema em decorrência da substância aplicada na imunização.

A apresentação ocorreu nessa semana, em Rio Branco, e contou com a presença de representantes da Secretaria de Saúde, do Ministério Público e da Assembleia Legislativa do estado. Mais de 80 jovens apresentaram diversos sintomas após tomar a vacina, dando origem a suspeitas disseminadas em redes sociais.

Dia D de campanha contra o sarampo é neste sábado

SARAMPOPostos de vacinação de todo o país estarão abertos neste sábado (30) para o dia “D” de mobilização nacional contra o sarampo. Parte do Movimento Vacina Brasil, essa ação marca o final da segunda etapa da Campanha de Vacinação Contra o Sarampo, iniciada no último dia 18 direcionada aos jovens com idade entre 20 e 29 anos, que ainda não atualizaram a caderneta de vacinação.

Até agora (de janeiro a novembro de 2019), em torno de 25% desse público se vacinou. A meta da segunda fase da campanha é vacinar 9,4 milhões de adultos jovens. Para viabilizar a ação, o MS garantiu a maior compra de vacinas contra o sarampo (tríplice viral) dos últimos 10 anos.

O surto de sarampo ainda se encontra ativo no país. Atualmente, há confirmação de 11.896 casos e 15 óbitos pela doença até a semana 45. A maioria dos casos, 11095 (93,2%) estão concentrados no estado de São Paulo, principalmente na região metropolitana.