Congresso do Peru decide abrir processo de impeachment contra Vizcarra

2020-09-11t233654z-1608241922-rc2nwi97kl0l-rtrmadp-3-peru-politics-vizcarraO Congresso do Peru aprovou nesta sexta-feira (11) a abertura do processo de impeachment contra o presidente Martín Vizcarra. Ele enfrenta grave crise política depois da divulgação de áudios em que pede a assessores para que mintam em um inquérito parlamentar.

A gravação mostra Vizcarra conversando com duas assessoras sobre as idas de Richard Cisneros, um músico e ex-assessor do governo, ao palácio presidencial. Elas prestariam depoimento em um inquérito sobre esse ex-funcionário. “É preciso dizer que ele entrou duas vezes”, pede Vizcarra. “O que fica claro é que nessa investigação todos estamos envolvidos”, acrescenta o presidente, nos áudios.

Papa Francisco chama prazer sexual de ‘simplesmente divino’

PAPA FRANCISCOO prazer sexual e o gastronômico são “simplesmente divinos”, disse o Papa Francisco em uma entrevista publicada em um livro publicado na quarta-feira (09) na Itália. “A Igreja condenou os prazeres desumanos, grosseiros, vulgares, mas por outro lado sempre aceitou os prazeres humanos, sóbrios, morais”, disse o papa argentino quando questionado por Carlo Petrini, escritor e gourmet italiano.

“O prazer vem diretamente de Deus, não é católico, nem cristão, nem nada parecido, é simplesmente divino”, enfatiza o pontífice. O prazer de comer serve para manter uma boa saúde, da mesma forma que o prazer sexual serve para embelezar o amor e garantir a continuidade da espécie“, disse Francisco.

O papa se opõe categoricamente a uma “moralidade abençoada” que rejeita a noção de prazer, como aconteceu na história da Igreja Católica, porque “é uma interpretação errônea da mensagem cristã”. Esta visão “causou enormes danos, que ainda são perceptíveis em alguns casos”, acrescentou. O papa também destaca sua admiração pelo filme “A Festa de Babette”, que se passa em uma comunidade protestante dinamarquesa ultrapuritana do século XIX e que é uma homenagem à gastronomia

Papa aceita renúncia de bispo americano acusado de pedofilia

O papa Francisco aceitou, nesta segunda-feira (7), a renúncia de um bispo dos Estados Unidos que foi acusado de pedofilia. O monsenhor Michel Mulloy tinha sido nomeado bispo de Duluth, no estado de Minnesota, em junho. O prelado de 66 anos assumiria as novas funções no dia 1º de outubro.

Antes disso, no entanto, ele foi notificado de que foi denunciado por abusos sexuais no início dos anos 1980 quando ele estava na diocese de Rapid City, no estado de Dakota do Sul. A diocese de, então, informou a polícia e pediu ao prelado para que ele deixasse de exercer suas funções. Seus membros concluíram que “a acusação atendeu aos critérios da lei canônica para dar prosseguimento à investigação”.

Mulloy foi notificado das acusações e apresentou sua renúncia, acrescentou o comunicado. “O Santo Padre aceitou a renúncia apresentada pelo bispo de Duluth, monsenhor Michel Mulloy”, anunciou a Santa Sé, sem dar qualquer explicação. Um porta-voz da polícia de de Rapid City disse que não há investigação ativa sobre o bispo. A polícia em Duluth não respondeu aos pedidos de comentários.

Papa viaja para fora de Roma pela primeira vez desde o início da pandemia de coronavírus

PAPA FRANCISCOO Papa Francisco visitará no próximo mês a cidade italiana de Assis, sua primeira viagem fora de Roma desde que a pandemia do coronavírus atingiu o país em fevereiro, e assinará uma nova encíclica, disse um porta-voz da Basílica de Assis neste sábado, 5. A encíclica, que é a forma mais elevada de escrita papal, deve se concentrar em como Francisco acredita que o mundo pós-pandêmico deve ser, e será chamada de “Todos os irmãos”.

O padre Enzo Fortunato disse em um comunicado que o papa viajaria para Assis no dia 3 de outubro, um dia antes da festa de São Francisco, que nasceu na pequena cidade montanhosa da Úmbria, no centro da Itália. “A visita será privada, sem a participação dos fiéis”, disse Fortunato. O Papa Francisco realizou esta semana sua audiência geral semanal em público pela primeira vez em seis meses, enquanto o Vaticano lentamente parece voltar ao normal após o bloqueio prolongado do coronavírus.

França espera vacinas contra covid-19 no fim do ano ou início de 2021

FRANÇAVacinas para o novo coronavírus podem estar disponíveis na França entre o final de 2020 e o início de 2021, disse o ministro da Saúde, Olivier Veran, em entrevista coletiva concedida nesta quinta-feira (27) sobre a pandemia. O primeiro-ministro francês, Jean Castex, disse também hoje que o governo do país tem de se mover rapidamente para conter uma nova onda de covid-19.

Ele afirmou que houve um salto no patamar de reprodução do vírus, com as infecções aumentando na região de Paris e entre os jovens. No início deste mês, o premiê havia dito que a disseminação do novo coronavírus novamente pela França pode se tornar mais difícil de ser controlada caso não haja um esforço coletivo. “Se não agirmos coletivamente, vamos nos expor ao risco elevado de que a nova onda da epidemia se torne difícil de ser controlada”, disse Castex durante visita a um hospital no Sul da França.

Capital do Paraguai inicia ‘quarentena social’ pelo avanço da Covid-19

A capital do Paraguai, Assunção, e sua área metropolitana, de aproximadamente 2 milhões de habitantes, estão desde este domingo (23) submetidas a uma “quarentena social” com a qual o governo busca aplanar a curva de contágios da Covid-19.

A medida se estenderá até 6 de setembro e estabelece a livre circulação de pessoas entre as 5h e 20h (horário local e de Brasília). Fora desse horário, a polícia só permitirá a circulação de trabalhadores com carteira assinada, exceto os casos de emergência. “O uso de máscaras é obrigatório em lugares fechados”, diz o decreto assinado pelo presidente Mario Abdo.

Entre outras disposições, o decreto limita a atividade física em espaços livres para exercícios individuais. “As crianças poderão sair somente para essa finalidade e acompanhados de um adulto evitando a interação com menores fora de seu núcleo familiar imediato”, disse o governo. As atividades culturais poderão ser realizadas sem a presença de público e os cultos religiosos com não mais do que 20 pessoas a cada 15 metros quadrados.

Papa pede que vacinas contra o coronavírus sejam acessíveis para todos

PAPAO papa Francisco pediu, nesta quarta-feira (19), que as futuras vacinas contra o coronavírus não se destinem primeiro “aos mais ricos”, em um momento em que a pandemia não para de aumentar as desigualdades no mundo.

A futura vacina deve se dirigir aos que mais precisam, disse Francisco em sua audiência das quartas-feiras, transmitida ao vivo de sua biblioteca privada no Vaticano, a fim de evitar as concentrações de fiéis na Praça de São Pedro.

“Seria triste se a prioridade da vacina da Covid-19 fosse dada aos mais ricos. Seria triste se isso se transformasse na prioridade de uma nação e não fosse destinado a todos”, continuou o papa. “E que escândalo seria se toda a ajuda econômica, grande parte dela procedente dos cofres públicos, fosse usada para salvar as empresas que não contribuem para a inclusão em vez do bem comum e da preservação da Criação”, disse.

Coletiva de imprensa de Donald Trump é interrompida na Casa Branca

2020-08-10t220130z-1729608970-rc2abi9mpk1w-rtrmadp-3-health-coronavirus-usaA coletiva de imprensa do presidente Donald Trump, na Casa Branca, foi interrompida nesta segunda-feira (10). Segundo o próprio presidente, tiros foram disparados do lado de fora do local e uma pessoa ficou ferida, mas os agentes do Serviço Secreto rapidamente agiram e a situação foi controlada.

Trump falava com jornalistas sobre coronavírus quando um agente entrou na sala e falou ao seu ouvido. Em seguida, ele se retirou e a sala foi trancada, para segurança dos jornalistas, que não foram imediatamente informados do motivo.

EUA superam os 5 milhões de casos do novo coronavírus

Os Estados Unidos ultrapassaram neste sábado (8) o número de 5 milhões de pessoas infectadas com o novo coronavírus, de acordo com uma contagem da Reuters. Segundo a Universidade Johns Hopkins, são aproximadamente 19,5 milhões de casos em todo o mundo.

Com um em cada 66 residentes infectados, os Estados Unidos lideram o mundo em casos de Covid-19, de acordo com uma análise da Reuters. O país acumula mais de 160.000 mortes, quase um quarto do total mundial.

Grande explosão atinge área portuária de Beirute

000-1wa263-bUma explosão aconteceu numa região portuária de Beirute, no Líbano, nesta terça-feira (4). Imagens mostram uma grande coluna de fumaça sobre a cidade. Há ao menos dez mortos, informou a agência Reuters, que ouviu fontes médicas e de segurança do país.

A Cruz Vermelha afirmou que há centenas de vítimas, entre mortos e feridos. Parte foi levada a hospitais, mas ainda há muita gente presa em escombros dentro de suas casas. Barcos estão resgatando pessoas que foram jogadas ao mar. A rede libanesa de transmissão LBCI informou que no hospital Hotel Dieu há mais de 500 pessoas sendo atendidas. Foi feito um pedido de doações de sangue.