Estados Unidos confirma morte de filho de Bin Laden

2019-09-14t140220z_1_lwd0016h4iwcn_rtrwnev_e_6095-usa-binladen-son-730x400A Casa Branca anunciou que o filho de Osama Bin Laden, Hazma, e militante da Al Qaeda, foi morto numa operação de antiterrorismo. Um comunicado americano confirmou que a operação deu-se na região entre Afeganistão e o Paquistão. Sem detalhar quando começou a operação, Donald Trump confirmou a morte do filho de Osama Bin Laden, considerado um dos principais líderes do grupo terrorista.

“A morte de Hamza Bin Laden não apenas priva a Al-Qaeda de importantes habilidades e conexão simbólica com o seu pai, como prejudica importantes atividades operacionais do grupo”, diz o comunicado da Casa Branca. Os Estados Unidos acreditam que Hamza tinha por volta de 30 anos e era uma das figuras que estava ao lado do seu pai quando ocorreram os ataques de 11 de Setembro de 2001, contras as torres do World Trade Center e o Pentágono, uma data relembrada na última semana por ocasião do 18º aniversário dos ataques.

YouTube coleta ilegalmente dados de crianças e é multado

internetA Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos impôs, nessa quarta-feira (04/09) multas no valor de 170 milhões de dólares ao YouTube, por coletar ilegalmente dados pessoais de crianças sem o consentimento dos pais. A empresa deverá pagar 136 milhões de dólares para a FTC e outros 34 milhões para o estado de Nova York, que abriu um processo semelhante contra a companhia. Trata-se da maior multa imposta pelo órgão ao Google, ainda que tenha ficado muito abaixo da punição de 5 bilhões de dólares imposta neste ano ao Facebook por violações de privacidade.

 

A plataforma de vídeos do Google foi acusada de recolher as informações através dos “identificadores persistentes”, os chamados cookies, utilizados para rastrear usuários na rede. A FTC afirma que a coleta de dados em canais direcionados ao público infantil com menos de 13 anos de idade, sem notificação prévia aos pais, viola a Lei de Proteção à Privacidade Online das Crianças (Coppa, na sigla em inglês). “O YouTube promoveu sua popularidade com as crianças como potenciais clientes corporativos”, afirmou em nota o presidente da FTC, Joe Simons. Mas, quando se tratou de cumprir a lei, a empresa “se recusou a reconhecer que partes de sua plataforma são claramente direcionadas às crianças”, acrescentou.

Após chegar a um acordo judicial com a agência reguladora americana, o Google garantiu que trabalhará junto aos criadores de vídeos para rotular materiais voltados para crianças e que limitará a coleta de dados quando usuários assistirem a esses conteúdos, independentemente da idade. Segundo o texto do acordo, a gigante da internet se comprometeu a pedir o consentimento dos pais antes de recolher dados pessoais de crianças.

Legisladores e grupos de defesa dos direitos das crianças afirmam que os termos do acordo entre o Google e a FTC foram brandos demais para uma empresa que lucrou 30,7 bilhões de dólares em 2018 e obteve rendimentos de 136,8 bilhões de dólares, a maior parte com publicidade.

 

 

Papa veta políticos com mandato entre os convidados do sínodo da Amazônia

PAPA FRANCISCOA um mês da realização do Sínodo da Amazônia, marcado para outubro em Roma, o Vaticano prepara a lista final de convidados especiais do papa Francisco para participar das discussões sobre a floresta tropical, com veto à participação de políticos com mandato. “Não virão políticos com mandato, nem militares. Não participarão”, disse ao jornal O Estado de S. Paulo o cardeal d. Cláudio Hummes, relator-geral do Sínodo, nomeado pelo pontífice.

O governo brasileiro havia manifestado, por vias diplomáticas e pelas Forças Armadas, o interesse de ter voz na assembleia mundial de bispos dedicada a discutir problemas socioambientais nos nove países “panamazônicos” e a presença católica na região. O presidente Jair Bolsonaro considera que há “muita influência política” no Sínodo.

O papa abriu espaço para convidados não religiosos, os chamados auditores e peritos, e deve convidar personalidades mundiais, cientistas e ambientalistas para participar das consultas de aconselhamento. “O papa fala muito da necessária fundamentação científica”, afirmou d. Cláudio.

Papa autoriza auditores externos no Banco do Vaticano

PAPAO papa Francisco renovou os estatutos do Instituto para Obras de Religião (IOR), mais conhecido como Banco do Vaticano, introduzindo a figura de um auditor externo de contas, dentro das normas internacionais, informou a Santa Sé neste sábado (10). O órgão, instituído em 1942 por Pio 12, garante a custódia e a administração dos bens imóveis transferidos e doados ao IOR por pessoas físicas e jurídicas, destinados a obras de caridade, além de administrar contas bancárias de funcionários e autoridades do Vaticano.

No passado, ele enfrentou acusações de corrupção e lavagem de dinheiro. Seus clientes incluem instituições católicas, funcionários do Vaticano e embaixadores da Santa Sé, entre outros. Numa disposição, o papa renovou por dois anos os estatutos do IOR, aprovados em 1990 por João Paulo 2º. Entre as principais novidades está a implantação da figura de um auditor externo, que poderá ser uma pessoa física ou jurídica, eliminando os três auditores internos, cujos cargos eram renováveis.

50 anos após chegada à Lua, Nasa planeja enviar 1ª mulher

LUACinquenta anos depois de a missão Apollo 11 pousar na Lua pela primeira vez, chegou a hora de voltar. Novas viagens tripuladas estão previstas, além da criação de uma base orbital e da chegada da primeira mulher ao satélite. Qual é a razão de tudo isso? Se aproximar de um projeto de “Lua colonizável” e, assim, criar um lugar para fazer escala antes de chegar até Marte.

A agência espacial americana (Nasa) quer estabelecer presença humana permanente na Lua na próxima década. A nave Gateway está em fase de projeto e deverá orbitar o satélite natural. Ela será um “escritório” para os astronautas a cinco dias de viagem da Terra.

A primeira parte da Gateway deverá ser lançada em 2022. Depois, o Sistema de Lançamento Espacial (SLS, sigla em inglês) levará dois novos módulos para acoplar à nave orbital. Toda essa infraestrutura será o núcleo para a exploração humana da Lua, transformando-a em uma base para a próxima missão. Os testes devem começar em uma missão não tripulada no ano que vem.

Papa Francisco elogiou encontro entre EUA e Coreia do Norte

PAPAO Papa Francisco elogiou o encontro entre Trump e Kim. “Nas últimas horas, vimos na Coreia um bom exemplo da cultura do encontro. Eu saúdo os protagonistas, com uma oração para que um gesto tão significativo seja mais um passo no caminho para a paz, não apenas naquela península, mas para o bem do mundo inteiro”, declarou o pontífice em seu discurso semanal na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Na última terça-feira (25), 20 mil fiéis Igreja Católica da Coreia do Sul rezaram por paz na península coreana, em uma missa que marcou o 69º aniversário do início da guerra entre os dois países.

Trump cruza a fronteira e se torna 1º presidente dos EUA a entrar na Coreia do Norte

EUA X COREIAO presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, se encontraram neste domingo (30) na Zona Desmilitarizada entre as Coreias do Norte e do Sul. Após um simbólico aperto de mãos, Trump cruzou a fronteira e se tornou o primeiro presidente dos Estados Unidos a pisar em solo norte-coreano.

O encontro marcou a terceira vez que os dois líderes se reúnem. Na última reunião, no Vietnã, em fevereiro, Trump e Kim deixaram a cúpula um dia antes do previsto, sem resultados. A intenção era discutir relações bilaterais e convencer a Coreia do Norte a desistir de seu programa nuclear, mas as tratativas não foram adiante.

Neste domingo (30), quando os dois presidentes se cumprimentaram na fronteira entre os dois países, expressaram esperanças de paz, segundo a Reuters. “Fico feliz em vê-lo de novo. Jamais esperava vê-lo neste lugar”, disse Kim. “Trata-se de um momento histórico que pretende pôr fim ao conflito na península”, afirmou o líder norte-coreano a jornalistas.

Papa manifesta ‘imensa tristeza’ com foto de imigrantes afogados

IMAGEMO Papa Francisco manifestou grande tristeza em ver uma foto de um homem de El Salvador e de sua filha de pouco menos de 2 anos mortos, de bruços, no Rio Grande, depois de tentarem atravessar o rio na fronteira do México com os Estados Unidos, disse o Vaticano nesta quarta-feira (26).

A foto de Óscar Alberto Martínez Ramírez e de sua filha Valeria se tornou viral nas redes sociais nos EUA e gerou renovado debate sobre a difícil situação de refugiados e imigrantes oriundos da América Central.

“Com imensa tristeza, o Santo Padre viu as imagens do pai e de sua filha bebê que se afogaram no Rio Grande”, disse o porta-voz do Vaticano, Alessandro Gisotti. “O papa está profundamente entristecido com a morte deles e está rezando por eles e por todos os imigrantes que perderam suas vidas na tentativa de fugir da guerra e da miséria.”

Irã diz que responderá ameaças com ‘firmeza’

download-1O Irã responderá com firmeza a qualquer ameaça dos Estados Unidos contra o país, afirmou neste sábado (22), a agência de notícias oficial Tasnim, citando o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Abbas Mousavi. A ameaça vem depois de o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, prometer novas sanções ao país e afirmar que “não descartou um ataque militar contra os iranianos”.

“Não permitiremos qualquer violação contra as fronteiras do Irã. O Irã enfrentará com firmeza qualquer agressão ou ameaça da América”, disse o porta-voz iraniano. “Atirar uma bala em direção ao Irã irá provocar a destruição dos interesses da América e de seus aliados” na região, declarou o general de brigada Abolfazl Shekarchi, porta-voz do Estado Maior Conjunto das Forças Armadas iranianas em uma entrevista à agência Tasnim

Igreja Católica pode reconhecer a existência de filhos de padres e freiras

olivier-ribadeau-dumas-largeurA Igreja Católica se prepara para dar um passo sem precedentes e reconhecer oficialmente a existência de filhos de padres e freiras, questão vista como tabu dentro da instituição. A Conferência dos Bispos da França anunciou neste sábado (18) que conversará com pessoas que nasceram de relações proibidas pela Santa Sé.

Segundo o jornal Le Monde, três franceses – membros da associação “Filhos do Silêncio” – da qual fazem parte cerca de 50 filhas e filhos de padres – já foram recebidos em fevereiro, pela primeira vez, na sede da Conferência dos Bispos da França, em Paris. No encontro, até então confidencial, o secretário-geral da instituição, Olivier Ribadeau-Dumas, ouviu o testemunho desses filhos de religiosos católicos.

Na reunião classificada como “cordial e construtiva”, Ribadeau-Dumas afirma ter escutado “o sofrimento” de pessoas vistas como o fruto do pecado, rejeitadas e criadas em segredo. A situação perdurou durante séculos dentro da Igreja Católica, onde o celibato é a regra para todos religiosos e religiosas.