Bento XVI diz em carta que anseia pela morte ‘em breve’

Em uma carta de condolências divulgada nesta terça-feira (19), o papa emérito Bento XVI, 94 anos, afirma que anseia pela morte. A mensagem foi enviada a um mosteiro na Áustria, a Abadia de Wilhering, para expressar condolências pela morte de um ex-colega, o padre Gerhard Winkler, professor naquela instituição católica. “Agora ele (padre Winkler) chegou no além, onde muitos amigos certamente o estão esperando. Espero poder me juntar em breve”, escreve Bento XVI.

A carta de condolências é datada de 2 de outubro. Winkler morreu no final de setembro, aos 91 anos. Na década de 1970, ele foi professor na Universidade de Regensburg, na Alemanha, junto com Joseph Ratzinger, que mais tarde se tornaria o Papa Bento XVI. O pontífice se disse “profundamente comovido” com a notícia da morte. “De todos os meus colegas e amigos, ele era o mais próximo de mim. Sempre fui atraído por sua alegria e fé profunda.”

Rio Grande do Norte tem 190 mil pessoas com segunda dose da vacina contra Covid atrasada

O Rio Grande do Norte tem 190.890 pessoas com a segunda dose da vacina contra a Covid atrasada. Os dados são desta terça-feira (19) e constam no RN+ Vacina, plataforma utilizada pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) para monitorar a imunização no estado.Dos atrasados, 56.600 estão em Natal. Em Mossoró, segunda maior cidade do estado, são 17.395 atrasados.

De acordo com os dados da plataforma, a maioria dos atrasados são os que receberam a primeira dose de Oxford/AstraZeneca: 92.161. Os da Pfizer são 36.892 atrasados e 22.191 da CoronaVac. São considerados com a segunda dose atrasada aquelas pessoas que já podem receber a segunda dose do imunizante, mas ainda não buscaram tomar o imunizante.

UFRN vai oferecer bônus na nota a candidatos de medicina que estudaram em escolas do RN

Os estudantes que pretendem fazer medicina na UFRN e que cursaram todo o ensino médio no Rio Grande do Norte terão um bônus de 10% na média final obtida no Sisu, de efeito classificatório. A ação afirmativa foi aprovada nesta terça-feira (19) pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe) da instituição e tem o objetivo de fortalecer a fixação de médicos no estado.

A medida acontece após um estudo realizado pela Pró-Reitoria de Graduação da UFRN (Prograd) que analisou a quantidade de alunos da instituição vindos de outros estados e os cursos em que esse quantitativo ultrapassa a média da UFRN. Foi identificado que, entre 2017 e 2020, o número de alunos da UFRN oriundos de outros estados no curso de medicina é de 15%. Em outros cursos essa média se aproxima de 5%.

Senado aprova auxílio gás para famílias carentes

O Senado aprovou hoje (19) a criação do Programa Gás para os Brasileiros, o chamado auxílio gás. O programa vai auxiliar famílias de baixa renda na compra do gás de cozinha. O projeto de lei (PL) prevê que cada família receba bimestralmente o equivalente a 40% do preço do botijão de gás. O projeto retorna à Câmara.

De acordo com o PL aprovado, serão beneficiadas famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda familiar mensal per capita menor ou igual a meio salário-mínimo, ou que morem na mesma casa de beneficiário do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O programa será financiado com recursos dos royalties pertencentes à União na produção de petróleo e gás natural sob o regime de partilha de produção, de parte da venda do excedente em óleo da União e bônus de assinatura nas licitações de áreas para a exploração de petróleo e de gás natural. Além disso, serão utilizados outros recursos que venham a ser previstos no Orçamento Geral da União e dividendos da Petrobras pagos ao Tesouro Nacional.

Reações da equipe econômica e do mercado fazem governo adiar anúncio do Auxílio Brasil de R$ 400

Diante da reação do mercado e da equipe econômica, o governo federal decidiu adiar o anúncio do novo valor do Auxílio Brasil, programa que vai substituir o Bolsa Família. A intenção era fazer o anúncio em solenidade no Palácio do Planalto na tarde desta terça-feira (19).

Pela manhã, a informação de que o governo pagaria R$ 400 até o final de 2022, dada por dois ministros, provocou turbulência no mercado. Se confirmada, representaria uma vitória da ala política do governo, que defendia um valor maior do que o proposto pela equipe econômica, de R$ 300.

Apesar do adiamento, o presidente Jair Bolsonaro ainda mantém a intenção de fixar o valor em R$ 400. O adiamento servirá para decidir como alcançar esse objetivo sem ferir a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Prazo para aderir ao Refis da Prefeitura com parcelamento em até 50 meses vai até 29/10

Os anos de pandemia da Covid-19 provocaram uma grave crise econômica que atingiu as famílias brasileiras. Diante dessa realidade, a Prefeitura de Natal decidiu perdoar 100% dos juros das dívidas tributárias dos contribuintes da capital potiguar. O Programa Municipal de Renegociação Fiscal (Refis) está em sua segunda fase e mantém descontos e prazos amplos para quitação dos débitos até o próximo dia 29/10.

O Refis, em sua segunda fase, permite o parcelamento em até 50 meses, com entrada a partir de 10% do total do valor da dívida. O prazo para este acordo se encerra dia 29/10.  “Ouvimos essas solicitações da população e entendemos esse momento difícil para todos nós. Pedimos uma análise da Semut e optamos por esse modelo de Refis, que é muito justo com a cidade e ajuda muito os cidadãos que querem se manter em dia com seus compromissos”, explicou o prefeito Álvaro Dias.

A terceira fase do Refis começa na sequência, mas o prazo para a quitação dos tributos, de forma parcelada, é menor. A Prefeitura permite parcelamento em até 40 meses, e índice do valor da entrada a partir de 15%. Essa última fase vai até 31 de dezembro.

Doenças reumáticas podem atingir crianças e jovens, alertam médicos

Ao contrário do que diz o senso comum, as doenças reumáticas podem acometer pessoas de qualquer idade. Esse é um dos alertas da Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), na campanha lançada este mês, considerado período de luta contra estas doenças. Reumatologista. Comprometido até os ossos com seu bem estar é o tema da ação

As doenças reumáticas acometem mais de 15 milhões de pessoas no Brasil, afetando o aparelho locomotor – articulações, ossos, músculos, cartilagens, tendões e ligamentos. Ao todo, os distúrbios reumáticos se expressam por dor, inchaço e rigidez nas articulações. Artrite, artrose, osteoporose e lombalgias estão entre as doenças mais comuns.

A campanha visa desmistificar alguns conceitos erroneamente disseminados na população, como associação com idade ou gênero: a doença reumática não afeta (somente) idosos; acomete qualquer pessoa, seja criança, jovem e adulto de qualquer idade; homens e mulheres. 

CBF libera a presença da torcida visitante em jogos

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou uma atualização do Protocolo de Recomendações para Retorno do Público aos Estádios, cuja principal novidade é a permissão da presença de torcedores visitantes em estádios que já recebem público.

Segundo o documento divulgado no final da noite da última segunda (12), a presença dos torcedores visitantes seguirá o mesmo protocolo dos apoiadores da equipe da casa, com a comprovação da vacinação completa para o novo coronavírus (covid-19) e a realização de teste antígeno não reagente.

Esta atualização do protocolo também libera a presença de mascotes das equipes nas partidas e trata da dinâmica da entrada das equipes nos estádios.

PF vê elementos para indiciar senador Styvenson por falas sobre Joice Hasselmann

A Polícia Federal concluiu que há elementos para indiciar o senador Styvenson Valentim (Podemos-RN) pelo crime de difamação. A apuração se refere a declarações feitas por Styvenson na internet sobre a deputada Joice Hasselmann (PSDB-SP).

Em manifestação enviada nesta terça-feira (19) à ministra Rosa Weber, relatora do caso no Supremo Tribunal Federal (STF), o delegado afirmou ver elementos que comprovam a existência do crime – cuja pena varia de três meses a um ano. A punição pode ser acrescida em um terço porque, segundo o delegado, o crime foi cometido na forma qualificada por ter ocorrido na internet.

Pesquisa indica queda da anemia em crianças de até 5 anos

A prevalência de anemia em crianças brasileiras de 6 meses a 5 anos caiu de 20,9% para 10,1% entre 2006 e 2019, segundo dados divulgados hoje (19) no Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (Enani-2019). A redução ocorreu em todas as regiões brasileiras, com a exceção da Norte, onde a prevalência subiu de 10,4% em 2006 para 17% em 2019.

A coordenadora do eixo micronutrientes do Enani e professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Inês Rugani, afirma que a prevalência de 10,1% caracteriza a anemia como um problema de saúde pública leve, segundo parâmetros estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Para deixar de ser considerado problema de saúde pública, o percentual precisa ser menor que 5%. 

O estudo também mapeou a deficiência de vitamina A nas crianças de 6 meses a 5 anos e constatou uma prevalência de 6% no Brasil, o que representa uma redução em relação aos 17,4% registrados em 2006, na Pesquisa Nacional de Demografia e Saúde.